Sobre a Paidéia

 

O nome Paidéia tem sua origem na antiga cultura grega. Ele se refere à educação que incluía temas como ética, cultura, gramática, retórica, filosofia, história, geografia, entre outros.

A Paidéia Associação Cultural foi criada com a vontade de que a ação cultural pudesse exercer o papel principal na mudança da vida das pessoas e de suas comunidade.

A Paidéia é um espaço cultural público situado na Zona Sul de São Paulo, no bairro de Santo Amaro. Ele é gerido pela Cia. Paidéia de Teatro, que tem como foco principal o teatro voltado para infância e juventude. Aos fins de semana você pode encontrar uma grande variedade de eventos como shows de música, espetáculos de dança, peças de teatro, mesas de debate, além do curso de Canto Coral e do curso de Vivência Teatral.

Foi fundada em 1998 por Aglaia Pusch e Amauri Falseti, após dezessete anos de trabalho no Centro Cultural Monte Azul, na Zona Sul de São Paulo.

Em 2006, depois de passar por diversos espaços, a prefeitura concedeu à Paidéia Associação Cultural a possibilidade de ocupar um galpão em Santo Amaro. Praticamente abandonada, a área de dois mil metros quadrados foi paulatinamente transformada, com a ajuda de jovens e seus pais, artistas e o apoio da sociedade civil. Hoje, é um espaço cultural ativo e apto a receber diversas formas do fazer artístico – o que antes era o Pátio dos Coletores de Lixo, transformou-se na sede da Paidéia Associação Cultural.

Sempre com um trabalho voltado para a criança e o jovem, a companhia aprofunda sua pesquisa teatral através da sua prática diária em um projeto que abrange os seguintes segmentos:

Espetáculos voltados para infância e juventude: a Cia. Paidéia cria espetáculos, muitas vezes com dramaturgia inédita, com temas pertinentes às crianças de hoje. Seu objetivo é dar voz à criança, levando em conta seu modo peculiar de compreensão do mundo, e permitir às crianças um espaço de sonho e de suspensão do tempo cotidiano.

Núcleo de Vivência Teatral: cerca de cem jovens fazem parte do núcleo que promove a experiência do teatro. São aulas de práticas teatrais, dramaturgia, coral, experiências com iluminação e figurino, além de constituírem um dos pilares de organização e manutenção do espaço.

Festival Internacional: é através desse evento anual que a companhia dialoga com outros grupos do mundo que também estão pensando a arte para crianças e jovens. É por acreditar que o intercâmbio de culturas e experiências é um dos alimentos essenciais para a transformação que o Festival Internacional tornou-se um dos eventos mais impostantes do ano.

Aulas para EMEF Carlos de Andrade Rizzini: não seria possível fazer teatro para crianças sem entender quem são elas, como olham para o mundo, seus medos e seus sonhos. A Paidéia desenvolve um trabalho em parceria com a EMEF Rizzini desde o dia que ocupou o Pátio de Coletores de Cultura: aulas de teatro que culminam na apresentação de espetáculos feitos pelas crianças e que hoje fazem parte do programa da escola.